Jogadores que vão mudar de time

Chegou o momento da Copa do Mundo da FIFA e o pelo Brasileirão promete uma verdadeira cirurgia nos elencos das 20 equipes participantes. A disputa entra em recesso e se confirma aquilo que para todos já era consenso estratégico. O planejamento de cada clube será posto à prova. O mercado estará aberto e as negociações prometem mexer com muitos elencos.

Veja a lista das especulações neste primeiro dia de parada para Copa-2018:

Jogadores que podem deixar seus clubes
(em itálico quem já acertou a saída)

Vinicius Júnior – Flamengo
Felipe Vizeu – Flamengo
Fernando – Palmeiras

Cleiton Xavier – Vitória
Valdívia – SPFC

Marcos Guilherme – SPFC
Roger Guedes – Atlético-MG
Fábio Santos – Atlético-MG
Elias – Atlético-MG
Balbuena – Corinthians
Maycon – Corinthians
Romero – Corinthians
Jean – Corinthians
Lucas Veríssimo – Santos
Léo Citadini – Santos
Jaílson – Grêmio
Luan – Grêmio
Hernane – Bahia
Arthur – Grêmio

Muitos titulares devem trocar de time, ciclo que já faz parte do atípico calendário local a cada seis meses, porém, sempre mais intenso nos meses de Julho e Agosto. A Europa levará os melhores, como Vinicius Júnior, atacante do líder Flamengo que ruma para o Real Madrid-ESP. Outro que já fechou com a equipe merengue é o também atacante Rodrygo, novato santista de 17 anos. Ele deve se encaminhar para Espanha na metade de 2019.

Estar na ponta da tabela significa ter um elenco valorizado no mercado e garante menos pressão por reforços. O ambiente jogo a jogo é fundamental e uma pausa tão longa, que promete reconfigurar alguns esquemas táticos, expõe cobranças e desempenhos abaixo do esperado de equipes como Santos, Palmeiras, Corinthians e Fluminense. As gestões das respectivas diretorias serão questionadas. Fator que interfere na autonomia para assinar os contratos na janela de transferências. Investidores, conselheiros e torcidas têm um mês inteiro para literalmente “cornetar” seus dirigentes e gestores.

Em contrapartida, pode ocorrer justamente o contrário com aqueles que estão na ponta e não souberem controlar o clima de “já ganhou”. Atlético-MG, Flamengo, São Paulo e Internacional foram as surpresas antes da Copa. Seus objetivos daqui para frente ficam naturalmente mais alinhados com a estatística e a probabilidade sugerida por um campeonato de pontos corridos. Se não tiverem surpresas a partir de agora, o foco é a manutenção da campanha.

De um lado o mercado da bola, o lucro, balanço financeiro. Fatores extracampo cada vez mais determinantes nas vitórias. Do outro, novas apostas no desempenho daqueles desportistas que devem substituir à altura os que forem embora. Muitas possibilidades prometem se abrir conforme os trâmites se aqueçam. Entre os clubes nacionais, a qualidade técnica no meio-campo de um camisa 10 e centroavantes goleadores são as características mais valorizadas.

Confira na tabela abaixo os nomes no radar até esta quinta feira (14/06):

Jogadores que podem chegar nos clubes

Gilberto (centroavante) – Bahia
Carlos Eduardo (atacante) – SPFC
Carlos Sanchez (meia) – Santos
Nathan Ribeiro (zagueiro) – Fluminense
Marcos Guilherme (atacante) – Corinthians
Guilherme Siqueira (lateral esquerdo) – Corinthians
Rodrigo Aguirre (atacante) – Botafogo
Hernane (atacante) – Botafogo
Jean (volante) – Paraná
Bernard – Palmeiras
Sergio Mosquera (zagueiro) – Atlético-MG

Comentários